Coberturas no exterior: a experiência de uma correspondente internacional

tanira_fotoleticiabonatoA jornalista Tanira Lebedeff esteve no evento Pauta Livre, no último dia 12, abordando o tema “Jornalismo Macro e Micro”. A convidada compartilhou com os alunos da FACS, as experiências que vivenciou enquanto correspondente internacional para a Globo News e Globo Internacional.

Após participar do projeto de treinamento “Caras Novas” da RBS, Tanira ingressou no mercado de trabalho desejando fazer coberturas no exterior. Sem demora, a jornalista que trabalhou durante anos na RBS, e que também passou pelos veículos de comunicação Band e SBT, partiu para Los Angeles a trabalho com uma produtora independente, onde teve a oportunidade de fazer matérias e reportagens para a Rede Globo. Do atentado terrorista em 11 de setembro de 2001 a coberturas em Hollywood, sua bagagem carrega até mesmo entrevistas com atores como Tom Cruise e Anthony Hopkins. Atualmente, Tanira reside em Porto Alegre e faz mestrado em Relações Internacionais pela UFRGS, analisando o impacto das mídias sociais na sociedade.

Confira abaixo a breve entrevista que a equipe da AGEX fez com a jornalista após o evento:

AGEX: Como iniciou a tua carreira?
Tanira Lebedeff: “Caras Novas” era um projeto profissionalizante da RBS TV, em que selecionavam alunos que estavam se formando e nós aprendíamos tudo ali: edição, produção, como fazer uma reportagem, como operar câmera e depois íamos para o mercado. Conclui o projeto em seis meses de treinamento, e já então fiquei trabalhando lá em Santa Maria, onde fazia o Bom Dia Rio Grande e Jornal do Almoço. Eu até achava que ia fazer jornalismo impresso, mas assim que surgiu a oportunidade de fazer TV, fui pra lá. Trabalhei durante muito tempo na RBS, em diferentes cidades, em Santa Maria, Santana do Livramento e também Porto Alegre. Depois fiz todo um circuito: trabalhei na Band e no SBT em Foz do Iguaçu. Então fui morar fora do país, fiquei doze anos no exterior e lá trabalhava para uma produtora independente, da qual fazia esses trabalhos para Globo News e Globo Internacional.

AGEX: Quando estudante, sonhava em ser correspondente internacional?
Tanira Lebedeff: Sim, quando entrei na faculdade eu já queria ser correspondente internacional, só não sabia como chegar lá. Mas eu coloquei aquilo na cabeça, tanto que consegui. E uma das vantagens de fazer cobertura no exterior é ser paga para viajar, mas além desse glamour tem muito trabalho também.

AGEX: Tu estavas em Los Angeles quando aconteceu o atentado das Torres Gêmeas. Qual foi o impacto desse evento e como foi fazer a cobertura?

Tanira Lebedeff: Eu estava em Los Angeles e lembro de ter acordado com o telefone tocando, uma das torres já tinha sido atingida. Foi um dia estranho, era uma terça-feira cinza, um dia de trabalho qualquer que se tornou um dia mórbido, um feriado fúnebre. Comecei a trabalhar na repercussão porque o espaço aéreo estava fechado, e fiz matérias para a Band, ainda pela produtora independente. Os aviões que foram usados como armas estavam indo um para Los Angeles e outro para São Francisco. Então, era uma viagem continental e uma das teorias é de que foram escolhidos porque eles usavam muito combustível. A minha primeira pauta foi essa, falar com parentes das vítimas, os aeroportos fechados e a doação de sangue. O clima era muito ruim, sem dúvida foi muito chocante, abalou muito a equipe. O que aconteceu foi inexplicável, e os americanos não entendiam o porquê, foi um impacto que durou semanas, até anos.

AGEX: Como foi a experiência de entrevistar famosos como Anthony Hopkins?
Tanira Lebedeff: Quando fui trabalhar em Los Angeles surgiu a oportunidade de cobrir a indústria do cinema, tanto pra revistas quanto pra televisão. A indústria de Hollywood é muito organizada, quando fazem filmes eles organizam visitas ao set, chamam jornalistas de todo o mundo, e tem muito jornalista em Los Angeles especificamente pra cobrir cinema. Então visitamos o set, e depois quando o filme será lançado, antes de estrear eles promovem as junkets, maratonas de entrevistas coletivas com os atores. Se a entrevista é para jornal impresso, é uma coletiva em uma mesa com todos os jornalistas juntos, e, se é pra TV, são entrevistas exclusivas em que eles montam um pequeno estúdio com o ator ou atores, que ficam ali enquanto acontece um rodízio de jornalistas. É muito bom conversar com atores que curtem a profissão, que gostam de falar do ofício em si e que não são estrelas, gostam de falar dos personagens e de todo aquele “faz de conta” que eles constroem. E também, é muito interessante trabalhar com diretores, saber do processo criativo de como traduzir a obra do papel para a tela. Entrevistei George Clooney, Tom Cruise, Angelina Jolie, Anthony Hopkins. Hopkins foi um que me amedrontou, porque eu não estava preparada para a entrevista e também porque ele é o Anthony Hopkins, então tem toda uma mística ao redor dele e eu fiquei com medo. Mas quando entrei na sala, ele foi um doce. Aprendi lendo um livro de Larry King, ex-CNN, que a melhor maneira de enfrentar uma situação que te coloca medo ou nervosismo é assumir que está sentindo isso. Então, com Hopkins, disse a ele como estava me sentindo e ele foi muito legal, desmontou aquilo e a gente fez uma entrevista bem bacana. Eu já tive surpresas super agradáveis como quando entrevistei Tom Cruise, que é um mito, mas ele é conhecido por ser um cara muito bacana e realmente ele é. Poque não só pelo lado do marketing mercadológico que ele sabe que precisa dar uma boa entrevista, mas ele é um cara genuinamente bacana e sabe ser delicado com os jornalistas. Angelina Jolie e Brad Pitt também são extremamente delicados porque entendem que os jornalistas estão ali por causa do seu talento e é claro, sabem que precisam do apoio da imprensa e do carinho dos fãs.

Texto publicado em: UNIPAUTAS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s